fbpx

Marketing: como definir verba para investir na divulgação do seu negócio

Para definir um orçamento realista e que realmente traga resultados para sua empresa, é necessário estabelecer um planejamento bem definido.

Essa regra vale para qualquer departamento, inclusive o de marketing.

No post de hoje, o Negocie vai dar dicas de como planejar o orçamento para o setor de marketing da sua empresa. Confira:

marketing2

Por que fazer orçamento de marketing?

Planejar o orçamento de marketing é importante para garantir que os recursos da sua empresa estejam sendo bem aproveitados. Dessa forma, você evita desperdício de recursos e tempo em estratégias que não trarão resultados, bem como evita pagar mais por um produto ou serviço que poderia custar bem menos com outro fornecedor e apresentando a mesma qualidade.

Lei de Nielsen (share of voice)

A Lei de Nielsen diz que uma empresa deve alocar para o setor de marketing o equivalente à porcentagem de mercado que quer conquistar. Ou seja, se quiser conquistar 10% do mercado, deve alocar 10% de seus investimentos para a verba de marketing.

Outra forma interessante de calcular a sua verba de marketing é com base na margem de lucro dos seus produtos ou serviços. Se seu produto ou serviço tem um custo alto e uma margem de lucro baixa, separe uma porcentagem baixa do seu orçamento para o marketing, algo em torno de 0,8% ou 1,2% em cima do valor projetado sobre as vendas.

Se seu custo for baixo e a margem de lucro alta, separe uma porcentagem maior, algo entre 30% em base das futuras vendas.

O que considerar na hora de planejar o orçamento?

Para definir uma verba para determinado setor, é preciso planejar individualmente cada um dos gastos que ele precisa bancar. Veja alguns exemplos do que você precisa considerar:

Terceirização

Muitas empresas não contam com setor de marketing próprio ou, mesmo que tenham esse setor, acabam não dando conta da demanda e precisam terceirizar o serviço, contratando freelancers ou uma agência especializada. Se este for o seu caso, considere este valor extra valor pago aos profissionais.

marketing

Gráfica

Nem só do digital vive o marketing. O bom e velho marketing offline ainda traz resultados satisfatórios para pequenas e grandes empresas por meio de materiais impressos, como cartazes, flyers, folders, catálogos e cartões de visita. Não se esqueça de incluir os gastos com impressão gráfica no seu planejamento.

Digital

A maioria das empresas já aderiu ao uso dos anúncios online, como Google AdWords e Facebook Ads que podem ser usados para promover posts do blog da empresa, páginas de produtos, landing pages, etc. Não deixe de considerar esse item ao elaborar seu orçamento de marketing.

Softwares

Em seu planejamento, não se esqueça de considerar o investimento em softwares necessários para o desempenho da equipe no escritório. Sua equipe certamente usa softwares destinados ao tratamento e edição de imagens, produção de texto, planilhas, agendas e calendários e até mesmo softwares especializados para o seu segmento.

Eventos

Reserve em seu orçamento um valor destinado aos gastos com eventos como feiras e exposições relacionadas ao seu segmento. Na área do marketing é muito importante que sua equipe participe de eventos desse tipo, tanto para coletar referências e insights quanto para reforçar a presença da sua empresa no mercado.

Como estimar os valores?

Agora que você já sabe quais são seus possíveis gastos com marketing é preciso estimar os valores que deve atribuir para cada categoria. Existem diferentes formas de se fazer isso:

Baseando-se em referências anteriores: se o gasto diz respeito a algo que você já fez ou já utilizou antes, então você pode usar como referência de valor o preço que pagou antes. É claro que você deve considerar uma margem de erro, pois os preços podem variar de fornecedor para fornecedor e também com o passar dos anos.

Fazendo orçamentos: se você nunca teve um gasto similar no seu orçamento de marketing antes, você pode fazer vários orçamentos sem compromisso para ter uma ideia dos valores praticados no mercado. Muitas empresas contam com uma equipe especializada para realiza apenas esse tipo de serviço.

Considere uma margem de segurança: para garantir a saúde financeira do seu negócio, sempre trabalhe com uma margem de segurança que varie para mais quando se trata de valores. Estime sempre um pouco a mais para cada item do orçamento. Uma margem de 15% a 20% do valor é considerada segura.

Considere a situação financeira da empresa: pequenos negócios podem enfrentar uma restrição de recursos. Nesse caso, o melhor método é definir o valor que pode ser disponibilizado ao setor e distribuí-lo entre os gastos previstos. É basicamente uma alocação de recursos.

Pondo a mão na massa

O planejamento financeiro pode ser primordial para a otimização da utilização da verba destinada ao investimento com marketing. Veja como fazer esse planejamento:

Não misture suas despesas

Nunca misture suas despesas pessoais com as da empresa. Muitas vezes essa tarefa pode acabar se tornando difícil, principalmente quando falamos em micro e pequenos empreendedores. Se os lucros e despesas forem depositados em uma mesma conta bancária, se torna quase impossível separar as duas coisas. É de suma importância ter uma conta bancária empresarial.

Gerencie o fluxo de caixa

É indispensável ficar de olho nas entradas e saídas de verbas para garantir uma visão ampla do seu negócio, bem como para ter controle do balanço. Com um fluxo de caixa bem organizado você poderá criar a projeção do fluxo de caixa e buscar estratégias para otimizar os gastos.

Respeite a capacidade financeira da empresa

Para fazer um negócio fluir e crescer, é necessário investir constantemente para alcançar as melhorias. Mas para não gastar mais do que pode, é preciso considerar a capacidade econômica da sua empresa.

Divida a verba de marketing em dois tipos

A verba de marketing não precisa ser única. Ela pode ser dividida para o marketing institucional e o marketing comercial que, muitas vezes são completamente distintos.

Marketing institucional: trata do conhecimento das pessoas a respeito da sua empresa, comunicando sobre sua existência e sua atuação no mercado. O material incluído é criação de logotipos, de materiais gráficos (cartões de visita, banners, cartazes) e a gestão de redes sociais. A verba para o setor pode ser pré-fixada, e você pode aumentá-la futuramente.

Marketing comercial: tem como objetivo aumentar suas vendas, portanto seus objetivos devem ser concretos e alinhados com o percentual de faturamento previsto. Nesse caso, os resultados podem ser satisfatórios, mas ainda abaixo do esperado, uma vez que os impactos são de médio a longo prazo.

Nossas dicas foram úteis? Conte pra nós aqui nos comentários!

CTA eBook01

Arquivos

Categorias