fbpx

Planejamento de Branding: saiba como deixar sua marca mais forte no coração e mente dos seus clientes

Neste artigo abordaremos o planejamento de branding, trazendo tudo o que você precisa saber para que sua marca fique mais conhecida e desejada pelos consumidores, pois é nisso que o branding trabalha.

Adotar estratégias é importante, isso tanto para as pequenas quanto para as médias e grandes empresas. É necessário ter em mente que uma boa estratégia traz ótimos resultados com frutos duradouros, porém esses resultados aparecem a longo prazo.

Para elaborar essas estratégias você pode contar com o branding. Em linhas gerais, podemos dizer que o branding é um trabalho de gestão de marca realizada com o intuito de torná-la mais conhecida no mercado, gerando, com isso, uma forte conexão com o seu público, o que pode influenciar positivamente nas decisões de compra.

Iremos apresentar neste artigo o conceito de branding, ensinando como fazer a gestão de sua marca de forma eficaz, com uma identidade forte e que chame a atenção de seus consumidores.

Estratégias de Branding

Conceito de branding

O branding é um método de gerir as estratégias de marca das empresas. Como vimos, essa estratégia inclui um planejamento a longo prazo, com a criação de identidade visual da sua empresa, para que assim a imagem dela fixe na mente dos consumidores.

Basicamente, o conceito de branding está ligado à gestão de sua marca, pois o branding trabalha com todos os processos que visam estruturar, planejar e promover a marca da sua empresa.

A finalidade do branding é fazer com que seus stakeholders (público interessado em sua marca) entendam a mensagem que sua empresa quer passar, potencializando sua visibilidade e, criando assim, uma ótima relação com o seu público. Dessa forma, você garante que sua empresa cresça de maneira sustentável.

O branding é essencial para garantir que seu negócio cresça de forma inteligente e duradoura, sempre voltado para o que sua marca é e como quer ser percebida. A seguir vamos explicar melhor sobre isso.

Entenda o que é uma marca

Parece muito simples entender o conceito de marca, mas o que muitos não sabem é que uma marca não se limita a um logotipo, nome ou identidade visual. Na verdade, é muito mais que isso, a marca reflete as experiências e sentimentos que o seu público adquiriu quando consumiu os produtos que sua empresa oferece, trazendo consigo uma imagem que está no imaginário das pessoas.

Esse processo de identidade da marca pode ser individual, ou seja, cada pessoa poderá ter uma percepção de sua marca de forma distinta. Isso varia muito de pessoa para pessoa porque depende do contexto social, cultural e econômico que cada uma está inserida.

É primordial adotar uma estratégia de branding exatamente por isso: você nunca terá controle total sobre como sua empresa será percebida. Portanto, o branding propicia uma forma de você se diferenciar da concorrência, criando uma marca única e que entregue experiências incríveis do início ao fim.

Desde a concepção de um produto até a forma pela qual ele será promovido em qualquer canal de comunicação, é importante que as marcas tenham valores, um propósito para guiar todas as suas ações.

Quando o trabalho de branding é bem executado, o consumidor percebe isso e a consequência é ótima, pois sua empresa pode se tornar líder do mercado.

Depois de mostrar tantos benefícios que o branding pode propiciar para o seu negócio, acho que você vai querer aprender a fazer esse tipo de gestão de marca para deixá-lo um passo à frente da concorrência, não é mesmo? É isso o que ensinaremos a seguir.

gerindo a marca

Gerindo a marca

Agora você já entende que para a formação de uma marca é preciso agregar valores a ela e fazer com que seu público tenha uma boa imagem da sua marca através da experiência com os produtos fornecidos, sendo importante que o público também assimile a mensagem que sua empresa quer passar. Com isso, já deu para perceber que o conceito de marca é mais complexo do que imaginava, certo? Portanto, fazer a gestão de uma marca não poderia ser diferente.

É necessário entender que para que seja possível chegar ao objetivo almejado, você precisará contar com canais de comunicação e profissionais de marketing competentes para que seja possível atrair os seus clientes. É importante saber quais os valores da sua empresa desde o início.

É importante criar uma identidade forte e coerente da sua marca para que seus clientes consigam enxergar com clareza o que você está construindo.

Sua estratégia de Branding deve assegurar que você consiga promover a sua marca para garantir mais destaque para a sua empresa e torná-la líder de mercado.

Para que você possa entender melhor, iremos apresentar a seguir um passo a passo de como gerir sua marca, que será essencial para que consiga colocar em prática o branding.

1# Crie uma plataforma de marca

Primeiramente, para se gerir uma marca é preciso entender como a marca é feita, isto é, em que base foi fundada, o que pretende entregar para as pessoas, o que a torna única?

Para que você consiga comunicar com eficiência a essência de sua marca, é importante criar uma plataforma de marca, que nada mais é que um conjunto de atributos únicos dela, que vão ajudar os consumidores a identificarem sua marca com mais facilidade, fazendo com que eles se conectem a ela.

Para criar uma plataforma de marca é preciso se atentar aos pontos principais que toda marca deve ter: propósito da marca, o que ela promete, seus atributos e seu posicionamento.

#2 Propósito da marca

Como sabemos, ter um propósito significa ter uma razão para existir. Por isso é tão importante definir o propósito de sua marca, pois para que você consiga criar uma identidade forte da marca, nada mais essencial que definir a razão de existência dela.

É extremamente valioso voltar o olhar para o momento de criação da sua empresa. O que estava na cabeça de seus fundadores? O que eles queriam transformar no mercado quando criaram sua empresa?

Muitas vezes este propósito pode acompanhar o slogan de sua marca ou estará estampado no logo da marca, pois o propósito é um dos pontos cruciais para a gestão de uma marca.

Para que você consiga entender qual é o propósito da sua marca, uma boa ideia pode ser conversar com seus colabores e consumidores e entender o porquê de eles se conectarem e acreditarem em sua empresa. Feito isso, fica mais fácil chegar em um ponto que vai parecer perfeito para sua marca e sua história.

#3 Promessa de Marca

A promessa de marca consiste em se comprometer com os seus consumidores a entregar aquilo que está sendo propagado, tornando o seu propósito realidade.

Grande parte das vezes já vemos a promessa de marca sendo comunicada pelas marcas. Mas a promessa de marca não se confunde com o propósito, pois, ao passo que o propósito está ligado a como sua empresa espera impactar o mundo, a promessa de marca consiste no modo pelo qual isso se tornará palpável, concretizando o propósito da sua marca.

Para melhor ilustrar, imaginemos o seguinte exemplo: A Nike acredita que qualquer pessoa é um atleta. Eles estão comprometidos a transformar e criar um mundo melhor e mais sustentável para as pessoas, o planeta e as comunidades por meio do poder do esporte. No último trecho da frase está a parte mais importante: como eles vão fazer isso? — por meio do esporte. Essa é a promessa.

#4 Atributos da marca

Agora que você já entendeu como funciona o propósito e a plataforma, é hora de aprender sobre os atributos da marca. Os atributos da marca são as características que mostram o jeito único de ela atingir o seu objetivo final.

Todas as marcas renomadas têm propósitos e promessas únicas. Mas o que diferencia as grandes marcas das medíocres é o meio empregado para chegar em seus objetivos. Para o atributo da marca os meios são tão importantes quanto os resultados.

Os atributos consistem em características da sua marca, valores que são inegociáveis e que norteiam a maneira como sua empresa se comunica e, até mesmo, como seus colaboradores trabalham.

Agora que você entende que sua marca precisa de um propósito e um “porquê” de existir, sua marca se tornará mais palpável. Também é importante frisar que os atributos de uma marca ajudam a humanizá-la e a alinhar expectativas. Dito isso, partiremos para o próximo passo: o posicionamento da marca.

#5 Posicionamento

Segundo Kotler, um dos pais do Marketing, um posicionamento é o ato de criar um entendimento de oferta e imagem que define o espaço do mercado que sua marca vai ocupar e como ela vai ser percebida pelos consumidores.

Primeiramente você precisará pensar em seus objetivos de negócio e qual o valor real que sua empresa e seu produto entregam. É a partir desse ponto que você vai começar a trabalhar com o posicionamento.

Exemplificando, um posicionamento pode ser focado em inovação. Esse tipo é muitas vezes ligado a uma ideia de disrupção.

Para ilustrar de forma mais prática, imaginemos a Uber. Quando chegou ao mercado, seu posicionamento era claramente focado em inovação, em mudar o jeito como nos relacionamos com o transporte.

Todas as estratégias de mercado foram no sentido de mostrar o Uber como uma nova opção de transporte, associando-o à modernidade, ao passo que as outras modalidades de deslocamento eram obsoletas.

No entanto, com o avanço de outros concorrentes com modelos de negócios parecidos, a Uber teve que se adaptar a um posicionamento de diferenciação. Seja focado em segurança, preço ou melhor experiência para o usuário, o que acreditarem que é um valor único do seu serviço.

Podemos concluir que o posicionamento é uma forma de entender o seu mercado, o que seus consumidores precisam e querem. A partir daí, olhar para dentro da sua empresa e entender como seu produto consegue se fazer presente e relevante nesse cenário.

identidade forte

Identidade forte e coerente

Quando falamos de identidade de marca estamos nos referindo à criação de um nome forte para sua empresa, um logotipo criativo, um universo para sua marca, que seja relacionável e único. Portanto, ter uma identidade é essencial para toda empresa que almeja ter sucesso e grande reconhecimento.

Criar um nome e um logotipo para sua empresa é o primeiro passo para criar uma identidade. Provavelmente sua empresa já possui um nome e um logotipo. Porém, caso ainda não tenha, você poderá usar esses dois guias que já produzimos para te ajudar a desenvolver um nome para sua empresa ou criar um logotipo. 

Agora vamos voltar nosso olhar para alguns pontos que talvez você não tenha dado a devida atenção, mas que serão muito relevantes no seu processo de Branding

Identidade Visual

O logotipo está inserido em uma das identidades visuais. No entanto, é só uma ponta de um ecossistema de elementos que ajudam a dar consistência para toda sua comunicação visual. Existem 3 elementos que compõem uma identidade visual.

É o que veremos adiante!

psicologia das cores

Psicologia das cores

Mais do que só atrativas, as cores vão ajudar a despertar a atenção de seus clientes. Através da psicologia das cores é possível instigar o seu público, pois cada cor passa uma determinada ideia e desperta determinados sentimentos. Por isso, ao escolher a cor da sua logomarca, é preciso voltar aos atributos de sua marca, vez que é preciso saber qual cor irá despertar o atributo da sua marca.

Ressaltamos, também, que esse é um processo de manutenção, não somente de escolha. A cor roxa não ficou associada ao Nubank e o laranja ao Itaú da noite para o dia. Esse é um trabalho de repetição e atenção aos detalhes.

Podemos citar como exemplo o Nubank, quando entramos no instagram do Nubank, ele aparece totalmente roxo. Com isso, a marca fortalece a sua identidade, trabalhando na manutenção desse universo de cores na mente do seu público.

Ícones, símbolos e ilustrações

O símbolo de mais destaque em sua marca é o logotipo, no entanto existem outros fatores que darão suporte à identidade de sua marca. É por isso que falaremos agora sobre como são feitos os símbolos ou ícones específicos.

É interessante que a sua empresa crie elementos para construir uma identidade visual consistente, esses elementos podem ser figuras geométricas, mais arredondadas ou quadradas, ou algum símbolo reconhecido pelo seu público, ou, ainda, qualquer outro elemento que você ache importante para dar destaque à identidade visual de sua empresa. O importante é criar esses elementos que vão te ajudar a ter uma identidade visual ainda mais coesa, que em todos os pontos de contato vão comunicar estrategicamente sua marca.

Tipografia

Como escolher o tipo de letra da minha logomarca? Muito natural que você se depare com essa dúvida no meio do caminho, não é? Do mesmo modo como as cores e os símbolos, a tipografia da letra também é um detalhe fundamental para passar a mensagem da sua marca.

No geral as marcas possuem fontes primárias e secundárias, sendo, por via de regra, as tipografias primárias as escolhidas para os logotipos, e ficam mais conhecidas. Quem não reconhece as letras da Coca-Cola instantaneamente?

 Porém, também devemos frisar a importância das tipografias secundárias, ou de apoio, como preferir, que são as usadas em outras comunicações, como para as postagens em redes sociais e campanhas de marketing.

As tipologias de apoio são utilizadas para que a propaganda não fique cansativa, pois, imagine como seria uma propaganda inteira com a tipografia da Coca-Cola, não ficaria tão agradável de se ver, não é mesmo? É por isso que é comum as empresas usarem as tipologias de apoio, assim como a Coca-Cola utilizou na imagem abaixo:

Branding Coca-Cola

Slogans

Tão importante quanto os processos visuais, o poder das palavras se mostra fundamental para fixar a identidade de sua marca na mente das pessoas. Podemos citar uma infinidade de exemplos que provam o que estamos falando, várias marcas são lembradas imediatamente ao serem associadas aos slogans.

Para citar alguns exemplos, temos alguns slogans que certamente você já deve associar à marca logo que escuta ou lê: “Amo muito tudo isso”, do Mc Donald’s; “Just do it”, da Nike; “A verdadeira maionese”, da Hellmann’s.

Os slogans são criados em momento que apenas os logotipos não se mostram suficientes para criar a identidade da marca e a mensagem que se quer passar. Em muitos momentos, também são utilizados como assinaturas de campanhas.

Há uma série de slogans que ficam associados às empresas por muito tempo. Já outros, mudam durante o tempo para se adequar ao posicionamento de marca estratégico para o momento pelo qual a empresa passa.

Tom e Voz

Tudo o que foi passado até agora ajudará muito na criação de uma identidade forte para sua empresa. Mas devemos ressaltar que ainda falta um ponto fundamental, com relação à comunicação. De que maneira sua marca faz a comunicação, com que voz?

Para encontrar essa resposta, você terá que olhar novamente para os seus atributos de marca e observar sua persona. Conhecendo dos atributos de sua marca e já sabendo os gostos da sua persona, você deverá encontrar a forma de comunicação mais adequada para que sua persona escute a mensagem da sua marca.

Isto é, o tipo de voz a ser utilizado vai de acordo com as peculiaridades de sua marca. Exemplificando, se um atributo de sua marca é ser educadora, sua voz precisa ser didática e acessível. Agora, se sua marca é objetiva, sua linguagem não pode ser robusta e prolixa.

Existem, também, diferenças entre tom e tipo de voz. A voz não muda, pois está intimamente ligada aos seus atributos de marca. Contudo, o tom de voz sempre poderá mudar, a depender do tipo de público que se quer atingir e o canal pelo qual será feita a comunicação.

No processo de fortalecimento de sua identidade, todos os pontos de sua marca precisam estar igualmente fortalecidos.

Ou seja, seu feed no Instagram precisa gritar essa identidade, seu site precisa comunicar de forma efetiva e coerente, sua loja física tem que ter toques de decoração perfeitos para sua marca.

Por isso, podemos afirmar que a consistência é uma das partes mais difíceis de se alcançar na gestão de uma marca. Porém, quando conseguimos alcançá-la, os resultados são excelentes.

Gestão da marca

Agora que você já está em posse dos elementos essenciais, de forma planejada e estruturada, a próxima etapa é garantir o funcionamento e a permanência deles.

Chegamos em um dos pontos cruciais: a gestão de sua marca. Esse é um dos principais desafios da maioria das marcas, sejam elas grandes ou pequenas. Para ajudar nesse processo, mostraremos um exemplo de mapa de stakeholders, o qual vai dar uma ideia macro de tudo o que sua marca precisará se atentar, vejamos:

stakeholders branding

Como vimos, existem muitas variáveis, por isso é extremamente importante que se dê atenção a todas elas. Perder a atenção para qualquer uma delas pode ser fatal, ainda mais no cenário competitivo que estamos vivendo. Por isso, vamos ensiná-lo a tomar os devidos cuidados com cada variável.

Primeiramente, é preciso mapeá-las. Não basta apenas ter apenas esse mapa colado na sua parede, e sim pôr na ponta do papel cada um dos públicos no qual sua marca tenha contato, seja esse contato grande ou pequeno.

Após isso, devemos definir quais são os seus tipos de clientes, como são seus seguidores nas redes sociais e identificar seus colaboradores. Mapear e entendê-los vai te ajudar a criar estratégias para que você atinja seus objetivos com cada um deles.

É preciso salientar que cada pessoa interage cm sua marca de maneiras muito distintas, sendo assim tem percepções distintas também.

Imaginemos o seguinte cenário: sua empresa tem um produto excelente e os seus clientes adoram sua marca, tendo somente experiências ótimas com ela. No entanto, sua empresa não manteve o mesmo cuidado no ponto “funcionários”, fazendo com que a reputação, como lugar para se trabalhar, não seja das melhores.

É exatamente por isso que você precisa trabalhar todos os dias na manutenção da percepção dos stakeholders que envolvem o universo da sua marca, analisando todos os pontos do mapa, pois as variáveis controlam a reputação e o futuro de sua empresa. A saúde econômica do seu negócio também está ligada à gestão da marca.

Assim, você já deve ter notado que criar e manter uma boa estratégia de Branding é um passo extremamente importante para empresas que querem se tornar líderes de mercado. E que, para o sucesso dessa estratégia, deve ter percebido que não é uma tarefa nada simples.

Quando pensamos em empresas grandes do cenário mundial, vemos que cada delas têm uma proposta única, entregam ótimas experiências e sabem como comunicar isso.

Isso é o que separa as empresas de renome das empresas pequenas, é o poder da marca que as tornam incríveis, imbatíveis. Seus consumidores são tentados a comprar cada vez mais delas, e não de seus concorrentes.

Agora você já tem tudo o que precisa para iniciar um ótimo trabalho de branding em sua empresa, que irá elevar a identidade de sua marca em um patamar de respeito, conquistando ainda mais clientes.

Gostou deste conteúdo sobre planejamento de branding?

Acesse nosso blog e veja mais dicas como essas!

Cadastre-se em nossa Newsletter

CTA eBook01

Arquivos

Categorias